O Espírito Santo é passível de erro?

No site da FEB lemos que a doutrina espírita (Espiritismo) é o consolador prometido por Jesus.

Admite também que a doutrina espírita também pode errar e quando este erro for comprovado deve-se seguir o que diz a ciência humana.

8 Antworten

Bewertung
  • ªº
    Lv 7
    vor 1 Jahr
    Beste Antwort

    Para o Espiritismo o Consolador, ou Espírito Verdade não é exatamente o  Divino Espírito Santo de Deus.

    É um Espírito de elevadíssima evolução, mas como médiuns são imperfeitos podem cometer erros em nome dos espíritos.

    Genesis, Exedo,  evangelhos, etc igualmente tem estes erros por que os humanos são falíveis.

    O que fazer quando deparamos com erros grosseiros na bíblia? tipo Terra como disco plano, Sol crido no amanhecer do quarto dia, cobras falantes, etc?

    Quem inspirou estes erros na bíblia pode ter inspirados os erros  do Espiritismo?

    Lembrando que eu não sou espírita, apenas li  e entendi  a codificação espírita e também a bíblia e o alcorão.

  • Anonym
    vor 1 Jahr

    Jamais...O Espírito Santo é Deus e Ele não erra,Ele é infalível.O outro Consolador é o próprio Deus em uma outra Pessoa da Trindade.Não se trata da doutrina espírita.

  • Anonym
    vor 1 Jahr

    Não...................

  • vor 1 Jahr

    essa pergunta é pecado

  • Wie finden Sie die Antworten? Melden Sie sich an, um über die Antwort abzustimmen.
  • pedro
    Lv 4
    vor 1 Jahr

    nunca,jamais!!!

  • Anonym
    vor 1 Jahr

    Você é responsável pela as suas escolhas

  • vor 1 Jahr

    Não acredito em Espírito Santo. Já fui doutrinado a muito tempo atrás e nunca vi um milagre... A cada dia que passa me torno mais cético. O dono da vida é o tempo e isso ninguém consegue ter domínio. Acredito no universo, quando é pra acontecer acontece... Mas quando não é pra acontecer, não adianta esperar pq o resultado vai ser depressão, estresses ou até mesmo insonias.

  • vor 1 Jahr

    Teólogos de diversas Igrejas chamadas “cristãs”, sejam eles católicos, evangélicos, eruditos e outros tradutores, fizeram um serviço meticuloso de adulteração esporádica de textos da Bíblia ao traduzirem dos idiomas originais. Isto é feito com o objetivo de enfiar a todo custo na mente das pessoas a doutrina da Trindade.

    Tradutores da Bíblia começaram, a partir do segundo século, a remover o Nome de Deus, Jeová e o substituir pela palavra “SENHOR”. Preparando o caminho para a doutrinação trinitária por causar uma confusão entre Jeová Deus e Jesus Cristo. Depois começaram a adulterar textos aqui e ali de modo sutil e até mesmo descarado.

    João 1:3 sutilmente deturpado para dizer “por ele” ao invés de “por intermédio”, dele que é o sentido correto. 

    João 1:14 alterado sutilmente para dizer “se fez carne” quando o grego diz “carne tornou-se”.

    1 Timóteo 3:16: “Ele foi manifestado em carne” posteriormente adulterado para “Deus foi manifestado em carne”. 

    1 João 5:7 “ o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um.” Inexistentes nos originais. 

    Miquéias 5:2 “Cuja origem … dos dias da antiguidade” mudado para se ler “dias da eternidade”

    Mas a ideia a que remete o termo é o mais importante, a do ser supremo.

    Cada um deve traduzir de maneira que cada um se sinta confortável.

Haben Sie noch Fragen? Jetzt beantworten lassen.