"SE ALGUÉM VIER A MIM e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, ainda também A SUA PRÓPRIA VIDA, não pode..."?

Update:

...ser meu discípulo." (Disse Jesus - LUCAS 14:26)

4 Antworten

Bewertung
  • vor 6 Jahren

    a familia, amigos, colegas trabalho, começam a te ridicularizar, quando sabem que voce se tornou um evangelico, por exemplo.

  • vor 6 Jahren

    a simplicidade e humildade da resposta do Nelson, respondeu adequadamente.

    conselhos, dogmas tradições humanas, concupiscência e a própria concepção de vida devem ser abandonadas para que seja possível entrar pela porta e seguir o caminho da salvação.

    leia o evangelho.

  • Levi
    Lv 6
    vor 6 Jahren

    o nível de dedicação a Deus que Jesus ensina é realmente MUITO GRANDE, e correto. Sendo que a pessoa acaba tendo que deixar de lado o convívio cotidiano e mundano com as pessoas, por conta da dedicação a Deus.

    Não a ponto de virar um ermitão, o próprio Jesus vivia a comer e beber com os pecadores. a diferença é que ele estava lá, para lhes ensinar o caminho de Deus, e não para jogar truco.

    Não que ele não tenha interagido com eles, mas ele dá exemplo de uma mudança de objetivos, você vai ou deixa de ir a um local SE isso é uma adoração a Deus.

    https://sites.google.com/a/starlinesystems.com.br/...

  • rami
    Lv 7
    vor 6 Jahren

    Se alguém vier a mim, e não aborrecer a pai e mãe, a mulher e filhos, a irmãos e irmãs, e ainda também à própria vida, não pode ser meu discípulo "(Lucas, 14, 25 a 27).

    Nesta passagem, Jesus parece estar em contra-senso, pois como pode ele, nosso Mestre, ensinar-nos que devemos aborrecer nossos familiares, amigos e a vida para sermos seus discípulos, ou seja, seguir seus ensinamentos?

    Mais uma vez, mostre ao público que não devemos nos ater à letra do ensinamento, mas sim, ao sentido.

    O que Jesus quis ensinar é que toda mudança gera alguma consequência. A partir do momento que passamos a compreender nossos limites e buscamos modificar nossas atitudes, é certo que os que convivem mais próximos de nós sentirão a mudança.

    E muitas vezes, mais por ignorância ou desconfiança do que por maldade, começam a questionar a nova forma de agir.

    Dê como exemplo a pessoa que bebia produtos alcoólicos, e que passando a frequentar uma casa religiosa, conscientiza-se de que é hora de parar. Que a bebida fazia-lhe mal tanto para o organismo como para o estado mental.

    Na primeira oportunidade em que estiver reunida com os amigos e familiares, e for-lhe oferecido um copo de cerveja, e ela recusar, de imediato surgirão os comentários: "Que isso, virou crente?"; "Ué! Deixou de ser homem?"; e outros do tipo.

    É nesse momento que a pessoa começa a "aborrecer sua vida", ou seja, sentir a reação dos que o rodeiam quando tenta modificar o que estão acostumados a ver.

    Portanto, se a pessoa for perseverante no que decidir mudar, seja na bebida, no cigarro, no adultério, na desonestidade ou na violência, com certeza sentirá o "aborrecimento". E se não estiver firme em seus propósitos, com certeza sucumbirá.

    E o objetivo dos ensinos de Jesus é ajudá-la a concretizar a sua decisão.

Haben Sie noch Fragen? Jetzt beantworten lassen.