Será que Jesus é Deus?

Jesus encarnou para nos ensinar que devemos amar ao próximo, nos ensinar a mais perfeita moral até hoje construida. Se o fizesse como Espírito, nós não aprenderíamos, pois seria de uma natureza diferente da nossa, como encarnados e desconhecedores até então, do mundo espiritual. Naquele instante, a raça humana ainda não conhecia o espírito. Como ser humano, demonstrou que podemos ser como ele, do contrário, de que serviria ter encarnado como homem? Apenas para nos humilhar e mostrar como somos maus, pobres? Para mostrar poderes de super-homem e mostrar o poder de Deus em espetáculos sobrenaturais? Não acredito nisto, ao contrário, como ele mesmo disse, poderemos ser como ele, e fazer coisas até maiores, mas antes temos que trilhar nossos caminhos. A cada um segundo as suas obras.

Update:

Lis - isto quer dizer que pensam igual, com os mesmos objetivos. Lembre-se que ele também disse que não falava por si, mas por aquele que o enviou, então quem o enviou?

Update 2:

Carlos C - Na única oração que o Mestre nos deixou, ele inicia com a frase: "Pai nosso...". Estranho..., não disse "Meu Pai", então deixou claro que somos irmãos, e que todos somos filhos de Deus. Somos todos iguais, e seria uma contradição ele encarnar para provar que era diferente.

Update 3:

Liukin - Temerária sua posição. Enquanto crença e no cristianismo, pode encontrar amparo, mas no campo do conhecimento e como Cristão, não tem argumento para apoiá-la.

10 Antworten

Bewertung
  • vor 7 Jahren
    Beste Antwort

    O próprio Jesus deixou claro que não era Deus. Se prestassem mais atenção às palavras de Jesus do que no discurso do pastor, não afirmariam que Ele é Deus. Jesus sempre se referiu a Deus na segunda ou na terceira pessoa, e o chamou de Pai. Na sua última fala disse: "Pai, a ti entrego o meu espírito." Ora, se Jesus fosse Deus, essa frase não teria o menor sentido.

    Da mesma forma que o diretor de uma multinacional jamais ficaria trinta e três dias preso a uma loja de uma pequena cidade, seria um contracenso imaginar que Deus sendo o criador e mantenedor do Universo, com seus quinquilhões de galáxias, permanecesse 33 anos, aqui neste planetinha.

    Pense nisso!

  • Anonym
    vor 7 Jahren

    Com absoluta certeza : NÃO .

  • Anonym
    vor 7 Jahren

    Jesus nao é deus

    Os opositores de Jesus o acusaram, dizendo que ele havia afirmado ser igual a Deus. (João 5:18;

     10:30-33

    ) Mas Jesus nunca disse que estava no mesmo nível que o Deus Todo-Poderoso. Ele disse: “O Pai é maior do que eu.” — João 14:28

    .

    Os primeiros seguidores de Jesus não o encaravam como igual ao Deus Todo-Poderoso. Por exemplo, o apóstolo Paulo escreveu que, depois de Jesus ser ressuscitado, Deus “o enalteceu a uma posição superior”. Fica claro que Paulo não acreditava que Jesus era o Deus Todo-Poderoso. Se fosse, como Deus poderia enaltecer Jesus a uma posição superior? —Filipenses 2:9

    Veja mais http://www.jw.org/pt/ensinos-biblicos/perguntas/no...

  • Anonym
    vor 7 Jahren

    Ele nunca disse que era Deus...

  • Wie finden Sie die Antworten? Melden Sie sich an, um über die Antwort abzustimmen.
  • Anonym
    vor 7 Jahren

    Jesus é filho de Deus, pode uma girafa gerar coelhos?

    Nós somos criaturas

  • CGJ
    Lv 5
    vor 7 Jahren

    Se fosse teria mentido quando orava ao Pai.

    Orava a si mesmo?

    Quando disse que só o Pai é bom, a que Pai se referia? A si mesmo?

    Uma coisa é estar em harmonia e sintonia um com o outro, diferente é ser o próprio outro.

     

  • vor 7 Jahren

    Para mim, não é! Jesus é filho de Deus, recebeu poderes para mostrar ao mundo

    que a Salvação não está nos bens materiais, mas em sermos humildes e amarmos

    uns aos outro. Um dia seremos deuses por que faremos parte de uma energia pura

    que é Deus.

  • Anonym
    vor 7 Jahren

    Nenhum cristão tem resposta definitiva para essa pergunta.

  • Os vitoriosos nas disputas para estabelecer a ortodoxia cristã não apenas ganharam suas batalhas teológicas, mas também reescreveram a história do conflito. Os líderes posteriores então naturalmente assumiram que os pontos de vista vitoriosos tinham sido abraçados pela vasta maioria dos cristãos desde o início... A prática da falsificação cristã tem uma longa e distinta história... o debate durou mais de trezentos anos... mesmo dentro dos círculos "ortodoxos" havia considerável debate sobre quais livros deveriam ser incluídos [no cânon].

    — Barth Ehrman, Lost Christianities

  • vor 7 Jahren

    http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=201...

    kkkkkkkkkkk

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    muito ilario !

Haben Sie noch Fragen? Jetzt beantworten lassen.