Anonym
Anonym fragte in Artes e HumanidadesFilosofia · vor 9 Jahren

♥¸.•*¨•.☆ Você não acha que ser livre significa não ter vergonha de ser aquilo que você realmente é?

26 Antworten

Bewertung
  • Anonym
    vor 9 Jahren
    Beste Antwort

    Você acha?

    Bem, de qualquer forma. É difícil compreender o quão vergonhoso poderia ser deixar de acreditar em si mesmos. Ver nosso coração parar de bater cada vez mais, num ritmo doloroso e latente...

    Ser livre, Luizé. Significa desatar as amarras que a vida lhe propôs, sair da sua gaiola e começar a ver o mundo de outra maneira.

  • vor 9 Jahren

    Sim.Na teoria ser livre é se livrar de pudores,dogmas e fazer e ser aquilo que lhe é prazeroso.Porém na sociedade de hoje,além de termos limites para agir,já que todos somos livres e nossa liberdade é limitada pela liberdade dos outros,temos ainda que vestir diversas máscaras para poder conviver em harmonia com os demais.Qualquer pessoa que se mostra totalmente está fadada ao isolamento e ao ostracismo.

  • Oi querida

    Ser livre é ter a sensação de liberdade em suas convicções, em seus pensamentos em suas atitutes.

    Mas deve ser considerado se essa tal liberdade não implica em prejuízo a outros, pq de que adiantaria uma liberdade nociva.

    beijos♥

  • vor 9 Jahren

    Acredito sim, que isso seja uma das formas de liberdade... talvez a forma mais sublime.

    -------------------------------------------------------------------------------------

    AMOR E LIBERDADE

    Você vê uma borboleta e a toma em suas mãos…

    Você vê sua beleza e a coloca em seu coração…

    Desejando mantê-la consigo,

    você fecha as mãos em torno dela,

    com receio de que voe e se vá…

    Com grande alegria você pensa:

    “AGORA POSSO TÊ-LA PARA SEMPRE…”

    Logo a alegria se vai,

    pois a beleza da borboleta já não é mais a mesma…

    Parte de sua beleza era a sua liberdade…

    A borboleta sente-se traída,

    alguma coisa cruel afastou-a de sua liberdade…

    Em pânico, ela se debate para libertar-se,

    apenas fazendo você apertá-la mais forte…

    Percebendo como a borboleta deve estar se sentindo

    você abre suas mãos…

    Ela voa novamente para longe,

    agradecida por sentir-se livre outra vez…

    Você, então, pensa

    em palavras que há muito havia esquecido:

    “SE VOCÊ AMA ALGUMA COISA, DEIXE-A LIVRE.

    SE VOLTAR, É SUA.

    SE NÃO VOLTAR, NUNCA FOI…”

    -------------------------------------------------------------------------------------

  • Wie finden Sie die Antworten? Melden Sie sich an, um über die Antwort abzustimmen.
  • vor 9 Jahren

    Olá!

    Sim, o ser Humano é um ser livre na medida em que possui a capacidade de se auto-determinar, ou

    seja, de optar por realizar ou não uma ação e escolha na vida. Neste contexto surge o conceito de autonomia que se refere à capacidade que o homem possui de analisar fatos, refletir sobre eles e só então deliberar. Por deliberar entende-se pôr em prática ou não determinada ação. A reflexão que incide sobre os fatos tem por base regras morais eprincípios éticos que variam de individuo para individuo, originando deste modo condutas diferentes em situações semelhantes. A partir da reflexão é possível incerir um outro conteúdo: Através da consciencia moral, entendem-se modelos diferentes entre um acto correcto e o incorrecto, estando este sempre interiorizada na pessoa. Em resumo, a nossa consciencia moral atua como uma bussola que nos indica o melhor caminho a seguir ( de acordo com os nossos principios interiores), e com base no diferente valor que cada ação pode adquirir. Cada um tem a liberdade de escolher, sem deixar que elas mascarem o seu verdadeiro "eu" que está na sua essência e não na aparência para ser julgado. Querer é poder para os que ousam ter coragem em ser verdadeiros.

    Bjkas de Paz!!!

  • vor 9 Jahren

    O ser humano tem dois lados: um (o consciente), voltado para o mundo exterior e outro (o inconsciente) voltado para o mundo interior. Se quisermos viver isolados, no fundo da floresta, por exemplo, posso ser "realmente eu". Já, se quiser viver em sociedade, preciso vestir várias "personas", dependendo do ambiente. Com minha esposa, sou o esposo; com meus filhos, sou o pai, no trabalho, sou o profissional, e assim por diante. O que não posso é, em nome das "personas" abandonar totalmente o "eu real", sob pena de me tornar neurótico. E não posso, em nome do "eu real" ignorar a vida social, sob pena de me tornar esquizofrênico. O segredo está no equilíbrio entre esses "dois eus". E isso não implica em ter vergonha de um ou de outro.

  • Juju
    Lv 6
    vor 9 Jahren

    Olá querida Luize!

    Ser livre é assumir nossos desejos, nossas vontades, nossos sonhos, não ter medo de ser o que somos, sem prejudicar ou desrespeitar as demais pessoas.

    Ser livre é aprender a ser feliz...observar a natureza...sair de cabelos molhados e pés descalços, vestindo sedas ou trapos com a mesma naturalidade.

    Ser livre é ter sabedoria para sermos o que realmente somos. É saber ser para libertar grillhões que habitam o id, o ego e o super ego...É simplesmente ser.

    Bjks.

    Safira

  • vor 9 Jahren

    Luize, as pessoas tímidas têm muita vergonha, elas então não podem ser livres?

    __________________________________________

    Li a resposta da Cris, respondeu a minha pergunta: SOU UMA OSTRA!!!

  • Dan
    Lv 4
    vor 9 Jahren

    Sim, ser livre é poder expressar o que realmente se é sem ter medo de ser julgado pelos outros. Para ser livre é necessário ter auto-conhecimento e não viver se preocupando com as opiniões que os outros tem sobre você. Muitas pessoas acabam passando uma falsa imagem de liberdade, sendo que na verdade elas fazem tudo aquilo só para poder chamar a atenção dos outros.

    ...................

  • Anonym
    vor 9 Jahren

    Eu acho que muitas pessoas possuem boas razões para sentirem vergonha do que realmente são e não percebem isso ou não querem mudar, são pessoas desagradáveis, que vivem gerando vergonha alheia dentre outros sentimentos desagradáveis que suscitam nas pessoas mais equilibradas. Com exceção desses casos de pessoas desequilibradas, como por exemplo pessoas que costumam falar alto ou pessoas que gostam de fazer escândalos, eu acho sim que ser livre significa não ter vergonha de ser aquilo que realmente somos.

Haben Sie noch Fragen? Jetzt beantworten lassen.