Anonym
Anonym fragte in Sociedade e CulturaReligião e Espiritualidade · vor 9 Jahren

É preciso compreender ou basta acreditar?

20 Antworten

Bewertung
  • Anonym
    vor 9 Jahren
    Beste Antwort

    Paz e Bem !

    Santo Agostinho tratou deste tema e o sintetizou numa de suas frases que ficaram mais conhecidas> "compreende para crer , e creia para compreender", pode parecer um paradoxo, afinal o que precisamos, de compreender para crer ou de crer para compreender?

    Agostinho viveu como maniqueísta durante toda sua juventude> e os maniqueus entendiam que apenas pelo conhecimento racional poder-se-ia alcançar a Fé nas Escrituras

    Quando Agostinho se liberta desta heresia , ele entende que o caminho para alcançar a Fé é precisamente o inverso> devemos partir da Fé para alcançar a inteligência > fides quarens intellectum = a Fé que procura entender, como dizia Santo Anselmo.

    E esse caminho ele descobre a partir de sua conversão, quando a Fé se torna absolutamente inquestionável, porque a Fé é Dom de Deus, portanto um atributo decorrente da Verdade, e Deus é a Verdade.

    Agostinho era um filósofo, enquanto a filosofia humana lhe respondeu as perguntas ele não se inquietava, era feliz ao modo do mundo. Mas quando ele alcança a Fé como Dom de Deus, ele passa a aspirar a felicidade eterna, que só nos é revelada pela Sabedoria de Deus. Esta Fé, Dom de Deus, se revela nas Escrituras, e a partir das Escrituras Agostinho descobre> como ele diz que " Ninguém pode atravessar o mar do século , se não for carregado pela cruz de Cristo"

    Mas apesar de sua conversão , S.Agostinho fica longe do fideísmo e do fundamentalismo, ele é essencialmente racional no seu processo de Fé , a Fé, para ele, estimula a inteligência, e a pressupõe, isto equivale a dizer que sem o pensamento e a vontade racional , não pode haver Fé.

    Concluindo, com Santo Agostinho , a minha resposta a você , eu posso responder assim:

    A Fé e a Razão se complementam, porque o que a Fé busca, é a inteligência que ela encontra, caso contrário, não é Fé, é partidarismo, é fundamentalismo, é fanatismo > é a completa irracionalidade e total desrespeito a Deus, que age de forma perfeitamente inteligente.

    A inteligência é a recompensa da Fé.

    Um abraço.

  • rami
    Lv 7
    vor 9 Jahren

    Deus nos deu a inteligência para que possamos raciocinar, então penso que não basta acreditar,

  • vor 9 Jahren

    "Fé inabalável é somente aquela que pode encarar a razão face a face em todas as épocas da humanidade".

    "Todos os Espíritos estão destinados à perfeição, e Deus lhes fornece os meios de alcançá-la por meio da reencarnação".

    "Fora da caridade não há salvação".

  • vor 9 Jahren

    eu num intidi u qui tu falo

    Quelle(n): kkkkk
  • Wie finden Sie die Antworten? Melden Sie sich an, um über die Antwort abzustimmen.
  • ?
    Lv 7
    vor 9 Jahren

    Primeiro compreender para depois

    acreditar.

    Beijos

    εïзεïзεïз

  • Nepher
    Lv 7
    vor 9 Jahren

    Fiquei aqui pensando cácomigo... Em alguns casos, basta acreditar, isso é fé, crença, paixão, amor, mas qdo vc passa a desacreditar, vc procura compreender e entender, talvez não o que vc deixou de acreditar mas sim, o pq vc deixou.

    Palavras são assim, vc até acredita, mas chega uma hora em que se há que ter, além de palavras, atitudes. Todos temos um pouco de São Tomé nas veias. Até os mais crédulos.

    Tudo de bom ♥

  • iole
    Lv 6
    vor 9 Jahren

    Compreender? é a comprensão nos leva a acreditar mais rapido em tudo, só não questiono Deus...bt

  • vor 9 Jahren

    Prefiro ter uma fé racional, acreditar por acreditar, não dá, Najinha!

    Acredita-se em papai noel, saci, ETs, acredita-se em muitas coisas...

    Quando se usa a compreensão, percebe-se que muitas coisas em que acreditamos, não vale a pena!

    Nesse sentido entra a razão do que falo!

    Um abraço e muita paz para ti!

  • vor 9 Jahren

    =)) Linda tarde,ótima noite.\0/Lógico que, você precisa aprender e, depois ao seu bel prazer acreditar ou não. A decisão é sua.bjs.-

    Quelle(n): cotidiano
  • vor 9 Jahren

    É preciso ter em mente qual significado ou circunstancias que condicionam determinada crença. Muitas vezes não é necessário compreender algo para se agir. Por exemplo, para dirigir um carro não é necessário "compreender" mecânica! E se se tentar "compreender" cada manobra que se faz na direção, acaba-se causando um acidente!

    Algumas descobertas se fizeram sem que se compreendesse patavinas do que ia acontecer. Um exemplo "compreensível" à todos é o caso de Cristovão Colombo, que agiu "crente" de que a Terra era redonda: não precisou compreender mais nada além disso!

    Einstein dizia certas coisas sobre as teorias físicas, deveras desconcertantes para nós outros, leigos em Ciência:

    "...É a teoria que decide o que podemos observar..."

    "...Se os fatos não se encaixam na teoria, modifique os fatos..."

    "...Se, a princípio, a ideia não é absurda, então não há esperança para ela..."

    "...O homem erudito é um descobridor de fatos que já existem - mas o homem sábio é um criador de valores que não existem e que ele faz existir..."

    Então, no agir e no saber, muitas coisas dispensam "compreensão"!

    Mas "acredito" que em muitas coisas, também, se não houver "compreensão", apenas acreditar e ter fé é extremamente deletério.

    Em questões religiosas, só "acreditar" levou a guerras sangrentas e inadmissíveis sob quaisquer significados e circunstâncias que as condicionaram: é como se "Deus" se vestisse de luz, para espalhar as trevas ao derredor...

    Assim, é preciso compreender e não basta acreditar.

    Quelle(n): "...Senhor dá-me serenidade para aceitar tudo aquilo que não pode e não deve ser mudado. Dá-me força para mudar tudo o que pode e deve ser mudado. Mas, acima de tudo, dá-me sabedoria para distinguir uma coisa da outra..."
Haben Sie noch Fragen? Jetzt beantworten lassen.