PARA ser ATEU é NECESSÁRIO SABER a origem de TUDO?

Segundo os crentes sim. E ficam soltando frases como:

“Vocês acreditam no nada?”

“Como o nada pode ter-nos criado?”

“Quem deu início ao big bang?”

“Você acha que a gente veio do macaco?”

É com gosto que eu desaponto esse tipo de crédulo que compartilha de opiniões comuns e equivocadas graças as consecutivas lavagens cerebrais.

Primeiro vou explicar a grosso modo o que é um ateu. O ateu é aquele indivíduo que por falta de motivos (leia-se: provas) decidiu não crer na alegação alheia da existência de um ser divino seja ele qual for. Não sei como consegui definir tão rapidamente o ateísmo, mas é isso mesmo.

Explicar as origens do universo ou da vida não é dever do ateu, é dever(?) dos estudiosos dessas respectivas áreas da ciência. E outra, embora hoje seja um estigma, não é regra o ateu sempre ficar do lado da ciência. Eu mesmo conheço muitos ateus que não aceitam nem a teoria da evolução e nem a do big bang, nem por isso deixam de ser ateus. Eu mesmo sou exemplo disso. Vejo a ciência como uma ferramenta para obtenção de conhecimento, gosto de saber apenas dos fatos observáveis mas teorias eu já não curto muito, por mais sensatas que sejam.

Para ser ateu não é preciso acreditar na ciência, para ser ateu basta não engolir as alegações incrivelmente fantasiosas da massa religiosa. Até um mendigo analfabeto que mal sabe falar corretamente pode ser ateu, basta pensar e concluir que o que lhe foi dito é ilógico e irracional demais para crer.

Sinto muito ter desapontado diversos crentes, mas eles estão tão acostumados a saber que a verdade dói que, caso leiam isso, continuarão a agir da mesma inútil e repugnante forma.

16 Antworten

Bewertung
  • vor 1 Jahrzehnt
    Beste Antwort

    BELA EXPOSIÇÃO DE FÉ!!!

    Vou comentar alguns conceitos que vc explanou, na minha opinião, de modo brilhante:

    P.: "...PARA ser ATEU é NECESSÁRIO SABER a origem de TUDO?

    Segundo os crentes sim..."

    Comentário: e segundo alguns ateus do Y!R, também! Eles conhecem "a origem de tudo"! E se irritam quando acusados de "fundamentalistas" adoradores de Richard Dawkins...

    P.: "...E ficam soltando frases como:

    “Vocês acreditam no nada?”

    “Como o nada pode ter-nos criado?”

    “Quem deu início ao big bang?”

    “Você acha que a gente veio do macaco?”

    É com gosto que eu desaponto esse tipo de crédulo que compartilha de opiniões comuns e equivocadas graças as consecutivas lavagens cerebrais..."

    Comentário: belê, sem comentários!!!

    P.: "...Primeiro vou explicar a grosso modo o que é um ateu. O ateu é aquele indivíduo que por falta de motivos (leia-se: provas) decidiu não crer na alegação alheia da existência de um ser divino seja ele qual for. Não sei como consegui definir tão rapidamente o ateísmo, mas é isso mesmo..."

    Comentário: espero que os "aprendizes de ateu" do Y!R estejam prestando bastante atenção ao que está escrito, aliás, definido sucintamente e eficazmente (na minha opinião).

    P.: "...Explicar as origens do universo ou da vida não é dever do ateu, é dever(?) dos estudiosos dessas respectivas áreas da ciência..."

    Comentário: vc é um camarada bastante informado e sei que vc entende que hoje em dia a Cosmologia não tem pretenções "cosmogônicas"; origem do Universo é "metafísica" retrô, mas é uma forma de os cosmologistas se fazerem compreender para o grande público, ok? Vc deve assistir a série "O Universo", do The History Channel e sabe dessa diferença entre "Cosmologia" e "Cosmogonia": se não assiste, fica aí uma contribuição e um convite para assistí-la!

    P.: "...E outra, embora hoje seja um estigma, não é regra o ateu sempre ficar do lado da ciência. Eu mesmo conheço muitos ateus que não aceitam nem a teoria da evolução e nem a do big bang, nem por isso deixam de ser ateus. Eu mesmo sou exemplo disso. Vejo a ciência como uma ferramenta para obtenção de conhecimento, gosto de saber apenas dos fatos observáveis mas teorias eu já não curto muito, por mais sensatas que sejam..."

    Comentário: espero que os "aprendizes de ateu" do Y!R estejam prestando bastante atenção ao que vc escreveu!!!

    P.: "...Para ser ateu não é preciso acreditar na ciência, para ser ateu basta não engolir as alegações incrivelmente fantasiosas da massa religiosa. Até um mendigo analfabeto que mal sabe falar corretamente pode ser ateu, basta pensar e concluir que o que lhe foi dito é ilógico e irracional demais para crer..."

    Comentário: já aki eu penso que vc deu uma "pisadinha na bola", mas só de leve!

    A Religião consiste no respeito pelas coisas antigas (dignas de veneração e respeito porque são antigas, ou seja, provadas como eficazes por longos milênios, sustentadoras de Civilizações), inspiradoras da Ciência, acredite se quiser ( vide "Grandes Nomes da Ciência Medieval" http://pt.wikipedia.org/wiki/Ci%C3%AAncia_medieval... e não se esqueça do monge GREGOR MENDEL http://pt.wikipedia.org/wiki/Gregor_Mendel e do padre GEORGES LEMAITRE http://pt.wikipedia.org/wiki/Georges_Lema%C3%AEtre !)

    O objetivo das cerimônias religiosas era transmití-las por meio de ritos mnemônicos, de geração para geração, antes da "elite econômica" se ver obrigada a "massificar" as escolas para que pudessem "usar e abusar" de funcionários especializados para suas máquinas, principalmente as de guerra.

    Então, as alegações incrivelmente fantasiosas da massa religiosa, por mais incrivelmente fantasiosas, não chegou nem perto de promover o "crivelmente real" Aquecimento Global desencadeado pelos "realistas tecno-cientistas", que sofisticaram ao máximo a cadeia de extração e utilização de petróleo. Uma petroquímica moderna é um excelente "templo tecno-científico" a causar o "suicídio" coletivo de toda espécie humana, também levando consigo milhões de outras espécies.

    Assisti no History a "incrívelmente real" Tempestade Negra que assolou os EUA na década de 1930, fazendo literalmente "voar pelos ares" (rsrsrs...desculpe o pleonasmo vicioso) toda a terra fértil do meio-oeste, durante 5 anos, chegando até Washington e além-mar, onde os congressistas, por acharem que as "alegações" de fazendeiros eram "incrivelmente fantasiosas", não deveriam ser levados em conta, por ser uma "teoria" sem provas.

    Considerando essas coisas, é melhor rever sua opinião: as alegações de ateus, cristãos (e cientistas) são todas "incrivelmente fantasiosas"! Mas a 'incrível fantasia" de um físico nuclear, por exemplo, é capaz de vaporizar do planeta Terra qualquer outro "realista", com a cara enterrada demais no chão para perceber a existência de uma "psicosfera" a envolver-lhe a realidade, e tão mais "real" que o torna um completo "alienado na vida". Estamos já nos tempos das consequências, como disse Al Gore citando uma frase de Winston Churchill. "Ciência" tá rimando mais com "inexistência", hoje em dia (e não estou me referindo a "matéria escura" não), porque os "realistas" estão dispensando "ética" e "consciencia", coisas "religiosas" e, portanto, inúteis. "Realista" também rima com "niilista"...e "niilismo" é para onde caminha a Humanidade (sem religião!!!!). Isso é "fantasia científicista" transposta e "realizada' para, literalmente, criar o inferno na Terra: é repetir o erro de Lúcifer, mas dessa vez, não da maneira "simbólica" (e tola) da Bíblia, mas feita para acontecer de verdade.

    P.: "...Sinto muito ter desapontado diversos crentes, mas eles estão tão acostumados a saber que a verdade dói que, caso leiam isso, continuarão a agir da mesma inútil e repugnante forma..."

    Comentário: é isso aí! Sem comentários.

    • Commenter avatarAnmelden, um etwas auf Antworten zu erwidern
  • Anonym
    vor 1 Jahrzehnt

    de vuelta otra vez

     

    • Commenter avatarAnmelden, um etwas auf Antworten zu erwidern
  • vor 1 Jahrzehnt

    Não.

    Para disfarçar que os deuses e afins são o andador das pessoas que não conseguem lidar bem com a realidade, os crentes tentam relacionar conhecimento à credo; dizendo, por exemplo, que, devido ao fato de não se ter uma explicação certa e comprovada para o que precedia o Big Bang, acreditam em sobrenaturalidade; e colocando seus deuses como explicação para tudo que ainda não é explicado com certeza. Assim, eles “sabem” tudo; ao contrário dos céticos, que têm “apenas evidências, teorias e incertezas”.

    Eu não preciso saber, por exemplo, como a menina Madeleine desapareceu, para mim poder dizer que não foram ET's que a levaram; do mesmo jeito que, eu não preciso saber como a vida surgiu, para mim poder dizer que não foi por nenhum devaneio sobrenatural que seja cômodo para o ser humano. É como eu vivo dizendo aqui nesse Y!R: não é preciso saber a resposta para poder descartar as proposições absurdas.

    Explicar as origens do universo e/ou da vida não é dever dos ateus mesmo. Mas acontece que, como se sabe e foi dito, os estudiosos, que são os encarregados dessa tarefa, são céticos - o que é equivalente a ateu. Quer dizer, os ateus podem não ser todos estudiosos, mas os estudiosos são ateus¹. Por isso os crentes acabam achando que todo ateu tem o dever de explicar as coisas.

    Para finalizar, eu tenho que dizer que, a ciência não é questão de “acreditar”, como você disse. A ciência é questão de SABER. É verdade que, apesar de ser um contra-senso, pode-se muito bem NÃO acreditar em deuses e, ao mesmo tempo, negar as demonstrações científicas. Mas aí, nesse caso, o tal ateu não teria muita 'autoridade' para dizer que é racional.

     

    Quelle(n): ¹ ATEU quer dizer cético, ateu, incrédulo, agnóstico ou afim - qualquer coisa que não não signifique crente ou equivalente.
    • Commenter avatarAnmelden, um etwas auf Antworten zu erwidern
  • vor 1 Jahrzehnt

    AMIGO, PARA VC SER ATEU É SÓ NÃO ACREDITAR EM NADA. E DEIXAR DE FICAR DISCUTINDO RELIGIÃO DE UM OU DE OUTRO. SIMPLISMENTE PQ VC NÃO ACREDITA EM NADA.

    APENAS SEJA UMA PESSOA QUE NÃO ACREDITA, E DEIXA DE TENTAR OBTER EXPLICAÇÕES DE TUDO O QUE VOCÊ NÃO ACREDITA.

    • Commenter avatarAnmelden, um etwas auf Antworten zu erwidern
  • Wie finden Sie die Antworten? Melden Sie sich an, um über die Antwort abzustimmen.
  • vor 1 Jahrzehnt

    Meu caro Xan, é bem fácil definir. Um ateu é uma pessoa em busca de respostas, assim como um religioso. A diferença é que o religioso julga ter encontrado essas respostas, mesmo que algumas perguntas ainda ruminem na sua cabeça. Na ausência de algumas dessas respostas, preferem ignorar as perguntas.

    Abraços.

    OBS: Deixando claro que nem todos os religiosos são assim.

    • Commenter avatarAnmelden, um etwas auf Antworten zu erwidern
  • vor 1 Jahrzehnt

    Complicado responder.

    • Commenter avatarAnmelden, um etwas auf Antworten zu erwidern
  • vor 1 Jahrzehnt

    Primeiramente, para ser ateu, você precisa conhecer a si próprio e se sintonizar com a sociedade à sua volta, para uma obtenção de moralidade (de acordo com a lei da ação e reação), não digo para agir cegamente em favor da sociedade, pois ela é hipócrita e alienadora, digo que pense por si próprio, sem aceitar o que "já está pronto" e nos é imposto pelas sociedades (políticas, religiosas, científicas entre as outras). Uma boa dica, livros de psicologia e antropologia podem muito bem explicar a necessidade dos religiosos em seguir um deus, por conseqüência, se algum religioso ler e captar a mensagem desses livros, poderá passar a questionar, é por isso que algumas igrejas "censuram" livros que não sejam a bíblia.

    Quelle(n): Bom Senso
    • Commenter avatarAnmelden, um etwas auf Antworten zu erwidern
  • Moreno
    Lv 6
    vor 1 Jahrzehnt

    Um ateu que se ache em condições de explicar a origem de tudo não será diferente de um religioso medíocre. Nem ao menos podemos ter idéia se a nossa mente terá algum dia possibilidade de absorver qualquer conhecimento, como então podemos ter a pretensão de saber responder tudo ? Porém, o fato de não sabermos tudo não nos autoriza a tomar como verdades os simples desejos humanos.

    Sou ateu porque as idéias que me apresentaram sobre deuses, espíritos, alma, vida eterna, etc, etc, nunca fizeram sentido diante do modo como elaboro minha visão de mundo.

    • Commenter avatarAnmelden, um etwas auf Antworten zu erwidern
  • Anonym
    vor 1 Jahrzehnt

    muito bom. eu que não sou crente, ateu, espirita, agnostico, gnostico, reencarnado, ressurreiço... não não conseguiria carecterizar tão bem um ateu. alguem diz: por tu não é nada disso? então tu não és nada. mas sou uma vida.

    1-crentes pensam que um ateu é aquele que: morreu, acabou! o maximo que se pode fazer é deixar uma lembrança.

    2- os adeptos dos antepassados acham que eles, antepassados, são nosso protetores.

    3- a reencarnação pensa que a vida é uma sucessão.

    4- a ressurreição pensa que a morte não é o fim. mas voltará a viver novamente.

    bom! tantas teorias só me faz fazer um resumo de todas e percebo que todas estão correta e erradas. o nada, antepassado, reencarnação e ressurreição faz parte, em parte, da natureza.

    • Commenter avatarAnmelden, um etwas auf Antworten zu erwidern
  • vor 1 Jahrzehnt

    Sr.ateu,de onde você tirou essa idéia que os crentes agem de forma inútil e repugnante?De acordo com suas palavras chego a "feliz"conclusão que:O senhor é um cientista de renome consagrado mundialmente por ter descoberto a cura para uma doença que devastou grande parte da humanidade,ou então o será,ou talvez seja um libertador de povos oprimidos tendo seu nome gravado na história da mesma maneira.Parabéns pelo seu relevante papel na saga da humanidade.Fico imensamente grato pela sua existência tão útil,e mais ainda pela sua modèstia por não querer revelar o seu tão consagrado nome.

    • Commenter avatarAnmelden, um etwas auf Antworten zu erwidern
Haben Sie noch Fragen? Jetzt beantworten lassen.