Lv 2303 points

Dr. Antônio Garcia

Favorisierte Antworten21%
Antworten47
  • O Governo Lula reduziu a pobreza e a desigualdade social?

    O Governo Lula terminou com aprovação recorde da população, com número superior a 80% de avaliação positiva. Teve como principais marcas a continuidade com êxito do Plano Real, a retomada do crescimento do País e a redução da pobreza e da desigualdade social.

    O Governo Lula caracterizou-se pela baixa inflação, que ficou controlada, redução do desemprego e constantes recordes da balança comercial. Na gestão do presidente Lula observou-se o recorde na produção da indústria automobilística em 2005, e o maior crescimento real do salário mínimo.

    Em 2010, Alan Mulally, presidente mundial da Ford afirmou que graças aos programas de incentivo do Governo Lula foi possível ao país sair de forma efetiva da crise mundial.[15] Durante a crise a retração do PIB foi de apenas 0,2%, mostrando um resultado melhor que as grandes economias do mundo obtiveram.

    O PIB no Governo Lula apresentou expansão média de 4% ao ano, entre 2003 e 2010.[22] O desempenho superou o do governo anterior, Fernando Henrique Cardoso"

    Lula ajudou o Brasil a sair da miséria!

    7 AntwortenGovernovor 8 Jahren
  • Você se acha um espírito mais ou menos ou mais pra menos ou mais pra mais evoluído?

    você se considera um espírito pouco, razoável, ou muito evoluído?

    Qual seu nível de espiritualidade? Já parou para analisar isso? Sua vida aqui na terra tá sendo produtiva para seu aprendizado espiritual?

    6 AntwortenReligião e Espiritualidadevor 8 Jahren
  • O ADÚLTERIO COMEÇA NO PENSAMENTO?

    Jesus, na passagem de Mateus 05:27-28, assim se expressa a respeito do adultério:

    “Tendes ouvido que foi dito: Não adulterarás. Eu, porém, vos digo que todo o que põe seus olhos em uma mulher, para a cobiçar, já no seu coração adulterou com ela.”

    O Mestre, nessa citação, se refere ao adultério já cometido pelo mero pensamento orientado a uma má ação. Analisemos as expressões “mau pensamento” e “adultério”, e posteriormente ponderemos acerca das consequências do pensamento desregrado.

    “Distinguem-se os bons dos maus pensamentos, porque os primeiros podem, sem nenhum receio, ser transmitidos a todo o mundo, ao passo que os últimos não poderiam, sem perigo, ser comunicados senão a alguns. Quando vos vier um pensamento, para julgar de seu valor perguntai-vos se podeis torná-lo público sem inconveniente e se não fará mal: se vossa consciência vo-lo autorizar, não temais, vosso pensamento é bom.”

    Encontramos, portanto, no Evangelho, a informação de que apenas um pensamento orientado ao mal já é um erro.

    8 AntwortenReligião e Espiritualidadevor 9 Jahren
  • SÚCUBUS e INCUBUS - energias sensuais de baixíssimo nível vibratório?

    "súcubos". Espíritos "íncubos" e "súcubos" seriam entidades pouco evoluídas que costumam "copular", durante o sono, com pessoas sexualmente viciadas ou desviadas, impulsionando-as, em vigília, a praticas semelhantes, por uma espécie de pressão psíquica (quase) irresistível. Numa das manifestações da lei de afinidade, "Espíritos de criaturas sensuais ligam-se a criaturas do mesmo tipo", haurindo, nesse intercambio vicioso, energias sensuais de baixíssimo teor vibracional. Nesse processo, desgasta-se o corpo físico do ente encarnado, minam-se suas defesas psíquicas, amoitam-se a sua espreita patologias extremamente perniciosas e estimula-se o apetite fluídico de vorazes criaturas do alem, que, por sua vez, impulsionam o enfermo encarnado a novos desregramentos, fechando-se assim o ciclo.

    7 AntwortenReligião e Espiritualidadevor 9 Jahren
  • Pergunta aos Espíritas e Espiritualistas: Mãe inglesa reencarna e encontra filhos de outra vida?

    Apreciem este caso que ocorreu na Inglaterra. Uma mulher se diz mãe de filhos de antes da encarnação atual dela. Contudo a mãe desencarnou a 20 anos, enquanto a mulher já tem 40 anos.

    Gostaria de saber a opinião de vocês com relação a esse fenômeno, o que poderia ser isso dentro da Espiritualidade?

    A inglesa Jenny Cockell que desde a infância tinha estranhos sonhos que a acompanharam até a idade adulta, via-se em outra época e em outro lugar. Seus pais não davam importância aos seus relatos. Morando na Inglaterra, já com os filhos criados, ao completar 40 anos, apoiada pelo esposo, resolveu pesquisar por conta própria aquilo que os sonhos lhe repetiam.

    “Eu tinha necessidade de saber se meus filhos da vida passada estavam bem e não poderia estar tranqüila sem esclarecer o fato. Quando observei o mapa da região de Malahide, ao norte de Dublin, senti intuitivamente que ali vivera com o nome de Mary Sutton”, disse Jenny.

    O caso teve o desdobramento que ela esperava pois acabou chegando à velha casa onde morou, já em ruínas e de lá não foi difícil encontrar seus filhos ainda vivos.

    3 AntwortenReligião e Espiritualidadevor 9 Jahren
  • UMA HISTÓRIA CONTADA EM SESSÃO ESPÍRITA?

    Iniciados os trabalhos manifestou-se a primeira entidade. Não respondeu ao meu "boa noite" e ficou alguns segundos gemendo. A primeira coisa que disse foi que queria ficar surdo. Surdo dos dois ouvidos. Para parar de escutar as acusações, gritos e xingamento dos negros. Dos negros que ele havia escravizado, judiado, maltratado e matado. Muitos. Homens, mulheres e crianças. De quem ele nunca teve dó nem piedade. Aliás, que nunca foram tratados como gente. Mas como animais. Ou pior. Ele preferia, à época, o termo "macacos". Revelou ter sido um senhor de engenho no nordeste. Nunca foi casado e não teve filhos seus. Do seu lar, pois os pretinhos não contavam. Teve muitos com as negras da senzala, de quem se servia quando quisesse e como melhor lhe aprouvesse. Não tinha qualquer tipo de respeito humano pelos negros. Após o seu desencarne, há mais de 100 anos, viu-se nas regiões abismais, cercado por todos aqueles com quem tinha contraído débitos enormes. E que desde aquela época ficou prisioneiro deles, que fizeram com ele o mesmo que ele fez com todos. Cem anos de sofrimentos indescritíveis. Que nunca foi lembrado, porque nunca teve entes queridos. Nunca semeou coisas boas, só maldades e crimes. Ficou este tempo todo colhendo o que plantou. Perguntado como saiu de lá, foi rápido na resposta:

    - Fui tirado por um negro. Que me trouxe para cá e disse que aqui eu ia ser bem tratado e respeitado. Me trouxe para esta casa. Em outra dimensão.

    Em aqui chegando, foi colocado em um canto isolado. Posteriormente, juntou-se a mais dois: um homem e uma mulher. O local se chama "Cantinho das feras humanas". E aqui está há 12 anos, praticamente sem conversar com ninguém. De vez em quando recebe um caldo quente e muita água. Que ficou ali, este tempo todo, ensimesmando-se. Isto é, introjetando-se. Vendo passar na sua mente todas as cenas de barbaridades que cometeu em vida na terra. Escutando os gritos dos adultos e das crianças. Vendo-os morrer pelas suas mãos. Por isso quer ficar surdo. Tentando se livrar de todos estes gritos. Que nesse momento ele chegou ao limite da introjeção. Estava começando a ser um autista. Tinha tomado a decisão de desligar-se do mundo. Perder o sentido de relação. Aprofundar-se dentro de si mesmo, não tomando conhecimento do que estava se passando ao seu redor. Mas que foi tirado deste transe e trazido a este trabalho por várias pessoas. Trabalhadores da casa. Não sabe o que vai acontecer com ele a partir de agora, mas o que quer que seja será melhor do que como está.

    10 AntwortenReligião e Espiritualidadevor 9 Jahren
  • O que você sabe sobre WILLIAM CROOKES - UM ESPÍRITA CIENTISTA?

    Willian Crookes nasceu em Londres, Inglaterra, no dia 17 de junho de 1832. Foi o maior químico da Inglaterra, segundo afirmativa de “Sir” Arthur Conan Doyle, o que ficou constatado pela trajetória gloriosa que esse ilustre homem de ciência desenvolveu no campo científico. Mencionado como sendo um dos mais persistentes e corajosos pesquisadores dos fenômenos supranormais, desenvolveu importante trabalho na área da fenomenologia espírita.

    No ano de 1855, Willian Crookes assumiu a cadeira de química na Universidade de Chester. Como conseqüência de prolongados estudos, no ano de 1861 descobriu os raios catódicos e isolou o Tálio, determinando rigorosamente suas propriedades físicas. Após persistentes estudos em torno do espectro solar, descobriu, em 1872, a aparente ação repulsiva dos raios luminosos, o que o levou à construção do Radiômetro, em 1874. No ano seguinte descobriu um novo tratamento para o ouro. No entanto, a coroação do seu trabalho científico foi a descoberta do quarto estado da matéria, o estado radiante, no ano de 1879. Foram-lhe outorgadas várias medalhas pelas relevantes descobertas no campo da física e da química.

    A rainha Vitória, da Inglaterra, nomeou-o com o mais alto título daquele país: “Cavalheiro”.

    A par de todas as atividades, ocupou a presidência da Sociedade de Química, da Sociedade Britânica, da Sociedade de Investigações Psíquicas e do Instituto de Engenheiros Eletricistas.

    Dotado de invejável fibra de investigador, acabou por pesquisar os fenômenos_mediúnicos, a princípio, com o fim de demonstrar o erro em que incidiam os ditos “médiuns” e todos aqueles que acreditavam piamente em suas mediunidades.

    Em 1869, os médiuns J.J.Morse e Sra. Marshall serviram de instrumento para que Crookes realizasse as suas primeiras investigações.

    As mais notáveis experiências mediúnicas, levadas a efeito por esse ilustre cientista, foram realizadas através da médium Florence Cook, quando obteve as materializações do Espírito que dava o nome de Katie_King, fato que abalou o mundo científico da época.

    A jovem Florence Cook tinha apenas 15 anos de idade quando se apresentou a Sir Willian Crookes, a fim de servir de medianeira para as pesquisas científicas que vinha realizando. São dela as seguintes palavras: “Fui à casa do Senhor Crookes, sem prevenir a meus pais e nem a meus amigos. Ofereci-me em sacrifício voluntário sobre o altar de sua incredulidade.” Ela pediu a proteção da Sra. Crookes e submeteu-se a toda sorte de experimentações, objetivando comprovar a sua mediunidade, pois que um cavalheiro, de nome Volckmann, havia lhe imputado suspeitas de fraude.

    No dia 22 de abril de 1872, aconteceu, pela primeira vez, a materialização do Espírito Katie King, estando presente na sessão, a genitora, alguns irmãos da médium e a criada.

    Após várias sessões, nas quais o Espírito Katie King se manifestava com incrível regularidade, a Srta. Florence afirmou a Willian Crookes que estava decidida a submeter-se a todo o gênero de investigações.

    Na sua obra “Fatos Espíritas”, faz completo relato de todas as experiências realizadas com o Espírito materializado de Katie King, que não deixa dúvida quanto ao poder extraordinário que possui o Espírito de dar a forma desejada, utilizando a matéria física.

    Numerosos cientistas de renome, mesmo diante dos fatos mais convincentes, hesitaram em proclamar a verdade, com receio das conseqüências que isso poderia acarretar aos olhos do povo. Crookes, porém, não agiu assim. Ele penetrou o campo das investigações com o intuito de desmascarar, de encontrar fraudes, entretanto, quando constatou que os casos eram verídicos, insofismáveis, ele rendeu-se à evidência, curvou-se diante da verdade, tornou-se espírita convicto e afirmou: - “Não digo que isto é possível; digo: isto é real!”

    Willian Crookes desencarnou em 04 de abril de 1919, em Londres, Inglaterra.

    3 AntwortenReligião e Espiritualidadevor 9 Jahren